Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A Sibéria é logo ali

A indicação de Arno Augustin para a presidência de Itaipu é uma espécie de exílio dourado – um prêmio para quem afundou a política fiscal do Brasil. A leitura do mercado, porém, é boa. Melhor Arno longe do que como assessor especial torpedeando as políticas do governo.

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2020, 02h32 - Publicado em 3 dez 2014, 10h22
Augustin: longe de Brasília

Augustin: longe de Brasília

A indicação de Arno Augustin para a presidência de Itaipu é uma espécie de exílio dourado – um prêmio para quem afundou a política fiscal do Brasil. A leitura do mercado, porém, é boa. Melhor Arno longe do que como assessor especial torpedeando as políticas do governo.

Publicidade