Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A Petrobras age

A Petrobras obteve uma vitória parcial em um processo que poderá penhorar cerca de cinco bilhões de reais do seu patrimônio (Mais detalhes em Bomba Relógio). O Tribunal Regional Federal da 2ª Região definiu ontem que uma perícia terá que ser feita pela Justiça Federal para definir a quantia a ser paga. A decisão contraria um […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 10h31 - Publicado em 11 out 2011, 09h28

Consórcio criado por Paulo Maluf causou dívida bilionária da Petrobras

A Petrobras obteve uma vitória parcial em um processo que poderá penhorar cerca de cinco bilhões de reais do seu patrimônio (Mais detalhes em Bomba Relógio). O Tribunal Regional Federal da 2ª Região definiu ontem que uma perícia terá que ser feita pela Justiça Federal para definir a quantia a ser paga. A decisão contraria um valor inicialmente penhorado pela 16ª Vara Cível do Rio de Janeiro e reclamados pelo Ministério Público e autores de uma ação popular. O processo refere-se ao delirante consórcio Paulipetro formado durante o governo de Paulo Maluf para encontrar petróleo em São Paulo.

O MPF e os autores da ação popular também reclamam que a Petrobras não informa nos seus balanços e na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a possibilidade de penhora dos valores. Ainda cabe recurso no STJ.

Publicidade