Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A CPI do Esporte e o trabalho de Maia pelo clube-empresa

Presidente da Câmara pode ter o trabalho atrapalhado por um ato do presidente do Senado

Por Robson Bonin 14 ago 2019, 08h11

Se liberar a CPI do Esporte no Senado, Davi Alcolumbre estará atrapalhando os trabalhos de Rodrigo Maia, que tenta mobilizar o Congresso em torno do projeto do clube-empresa para dar aos times de futebol brasileiros um fôlego financeiro.

Botafoguense fanático, Maia articula um texto no Congresso que abra a possibilidade de os clubes passarem a contar com investidores privados para manter seus principais jogadores por mais tempo no elenco.

O desafio é tornar menos desigual a relação com os clubes europeus e chineses. Por mobilizar velhos adversários da CBF no Congresso, a CPI só desviaria o foco dos congressistas da bandeira de Maia.

Publicidade