Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A caminho da sabatina, Aras falou com quase todos os 81 senadores

Chefe da PGR passará por uma bateria de perguntas dos parlamentares na CCJ e depois terá sua indicação votada no colegiado e em plenário

Por Robson Bonin Atualizado em 23 ago 2021, 17h00 - Publicado em 24 ago 2021, 07h30

Augusto Aras chegará ao plenário da Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta terça com a vida praticamente resolvida na Casa.

Apesar de todas as críticas da oposição — que inclusive pediu ao STF que o chefe da PGR seja investigado por prevaricação –, o procurador-geral conseguiu realizar um amplo beija-mão com senadores nas últimas semanas.

Dos 81 parlamentares da Casa, conversou com pelo menos 70. Ele deve ouvir algumas críticas duras na CCJ, claro, mas avalia que terá votos suficientes para ser reconduzido ao comando do MPF para mais dois anos.

O único problema será na composição do quórum do plenário do Senado, sempre incerto nesses tempos de pandemia.

Continua após a publicidade
Publicidade