Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Mais rápido’

Se o processo contra André Vargas correr no mesmo ritmo do que o de Carlos Alberto Lereia (Leia mais aqui), o petista terá pela frente um ano de impunidade e, pelo menos, mais alguns meses de sangramento político. Pesa contra Vargas uma variável importante: até seus correligionários querem sua cabeça. Henrique Eduardo Alves crê numa […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h59 - Publicado em 25 abr 2014, 07h02
No alvo

No alvo

Se o processo contra André Vargas correr no mesmo ritmo do que o de Carlos Alberto Lereia (Leia mais aqui), o petista terá pela frente um ano de impunidade e, pelo menos, mais alguns meses de sangramento político.

Pesa contra Vargas uma variável importante: até seus correligionários querem sua cabeça.

Henrique Eduardo Alves crê numa conclusão mais rápida para o caso envolvendo Vargas e sua valiosa amizade com o doleiro Alberto Youssef.

Argumenta Henrique Alves:

– Quando há pedido de cassação, o clamor popular é maior: o processo tende a ser mais rápido.

Continua após a publicidade
Publicidade