Clique e assine a partir de 9,90/mês
Publicidade
Paulo Cezar Caju Por Paulo Cezar Caju O papo reto do craque que joga contra o lugar-comum
Recebi alguns puxões de orelha por não ter lembrado de alguns craques do futebol informal carioca. Espero não ser traído pela memória desta vez...
A prática de inventar problemas médicos para evitar convocações é muito cruel, mas no caso da suposta miopia do Rei foi um truque motivacional de Saldanha
Sem consultar o Google, recordo os craques que não tiveram reconhecimento, nem enriqueceram, mas encheram os olhos da torcida
No ano em que a conquista da Copa do México completa 50 anos, relembrarei curiosidades desse título inesquecível. Mas falemos antes do "João Sem Medo"
Independentemente do que diga a Fifa, nós jogadores podemos garantir a relevância das conquistas alvinegras na década de 60
O camisa 1 da seleção do Tri foi um goleiraço. Mas a imprensa prefere colocar holofote na defesa de Banks, coisa de cinema, na cabeçada de Pelé
Sempre briguei pelos meus direitos. O que muitos chamavam de "máscara", prefiro dar outra definição: era personalidade
Um grupo com Pelé, Garrincha, Nilton Santos e Didi não pode ser comparado a nenhum outro na história do futebol
Velha guarda da bola nunca assimilou a pendurada de chuteiras. O futebol era nossa vida e, sem apoio psicológico, acabamos nos deprimindo
Publicidade