Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem votos para privatizar a Eletrobras

Outra vez, o governo engana o distinto público

Por Ricardo Noblat 21 fev 2018, 15h39

Esta manhã, em reunião com o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, e com o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), relator do projeto de lei que privatiza a empresa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, disse que o governo não tem e nem terá votos este ano para aprovar a venda da Eletrobras.

Maia convenceu-se disso depois que consultou a respeito os líderes dos principais partidos que apoiam o governo. A “defesa do patrimônio do país”, segundo ele, é o argumento invocado por seus colegas para negar votos à aprovação do projeto. Pessoalmente, Maia é a favor da privatização.

O que disse Maia a Ferreira Junior e à Aleluia chegou de imediato aos ouvidos do presidente Michel Temer e de ministros diretamente interessados no assunto. Um deles foi orientado a continuar dizendo que a Eletrobras será privatizada porque as ações da empresa estão em alta na Bolsa de Valores “e tem muita gente ganhando dinheiro com isso”.

Publicidade