Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Raquel Dodge dá lição a Gilmar Mendes

Ministro fez tudo errado, segundo a procuradora

O ministro Gilmar Mendes abriu inquérito no Supremo Tribunal Federal para apurar irregularidades no transporte do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) da cadeia pública de Benfica, no Rio de Janeiro, para o Instituto Médico Legal, no Paraná. Cabral foi algemado e metido num camburão, o que revoltou Gilmar.

A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, pediu ao tribunal que arquive o inquérito – e ao fazê-lo, deu uma lição de Direito ao ministro. Ensinou-lhe pelo menos quatro coisas:

+ A lei não permite que um ministro determine a abertura de inquérito sem que isso tenha sido pedido pelo Ministério Público;

+ Gilmar não tinha poder para se denominar relator do inquérito porque não foi escolhido por ninguém, nem mesmo sorteado para isso;

+ Só a presença de autoridade com foro privilegiado poderia determinar a abertura de investigação no Supremo, e esse não é o caso de Cabral;

+ Já existe um inquérito aberto no Paraná que apura eventuais abusos cometidos no transporte de Cabral.

Não há sinais de que Gilmar aprenderá a lição. Ele já marcou depoimento de Cabral para amanhã na sede do Tribunal Regional Federal da Segunda Região, no Rio.

Atualização das 12h42m – O ministro Gilmar Mendes telefonou a este blog para dizer o seguinte a propósito da nota acima:

1. Há precedentes no Supremo Tribunal Federal no caso da abertura de inquéritos sem que tenham sido pedidos pela Procuradoria Geral da República. Ele não inovou, embora pudesse fazê-lo.

2. Há 4 meses que se arrasta o inquérito aberto em Curitiba para apurar se o ex-governador Sérgio Cabral foi vítima de abuso das autoridades, e até aqui não deu em nada. “É tão simples apurar se houve ou não abuso. Por que tanta demora?” – pergunta.

3. Defender os direitos de quem se gosta é fácil, observa o ministro. Difícil é defender os direitos de quem não se gosta. “Se tolerarmos abusos, estaremos a um passo da instalação de um Estado policial”, adverte Gilmar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. alfredo lucio saback soares de quadros

    quem vai frear essa figura nefasta. ele é que só intervem , quase na totalidade, para beneficiar seus amigos.
    descaradamente não se sentiu suspeito para repetidamente livrar da cadeia o seu compadre e indiretamente patrão da sua mulher ( do gilmau ); o baratão dos transportes.
    agora indevidamente vem querer defender o segundo maior criminoso do país ( o primeiro é o nine ) sérgio cabrão que as investigações demonstram que recebeu muito nas tramoias para beneficiar as empresas de transporte público em detrimento dos usuários.
    o cabrão mereceu as correntes. é um criminoso perigoso.
    e rico. o tipo de amigo que o gilmau gosta de defender.

    Curtir

  2. Gilmar é incorrigível.
    Não há lição que possa civilizá-lo.

    Curtir

  3. sinesio gimene

    ele se sente um deus um deus que pode tudo , um ditador da justiça , ele é o maioral, o maioral da impunidade, fala o que quer , faz o o que quer , cadeia ao bandido gilmar

    Curtir

  4. sinesio gimene

    é nogento ver o que este tralha é para a justiça

    Curtir

  5. Um infeliz. Vive para cagar em tudo.

    Curtir

  6. Ele pode se achar muito poderoso, mas não passa de um homem. E como homem, qual será a sua contribuição para o mundo em que viveu? Nenhuma.
    Sua existência terá como resultado o fortalecimento da impunidade. Será que terá oportunidade de se sentir envergonhado disso algum dia?

    Curtir