Clique e assine a partir de 9,90/mês
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

No reinado de Momo, no Rio, o maior perigo é o vírus do sarampo

Cresce o número de casos

Por Ricardo Noblat - 18 fev 2020, 09h00

O vírus do sarampo saúda o povo e pede passagem durante o carnaval no Rio. Os médicos temem que ele viralize dado ao contato físico entre os foliões. Uma gotícula de suor é o suficiente para que uma pessoa portadora do vírus transmita a doença.

Em 2019, foram 98 os casos registrados no Estado. Nas primeiras sete semanas deste ano, 64. Depois de 20 anos, o sarampo voltou a matar no Rio. Foi em Nova Iguaçu. Uma criança.

O grau de contágio do vírus do sarampo é cinco vezes maior do que o do coronavírus que na China, até ontem, havia infectado 72.460 pessoas, matando 1.869. Contra o sarampo, só a vacinação funciona. E ela não faz mal, ao contrário do que dizem as fakenews.

Publicidade