Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Deputado promete atirar em quem for capaz de enfrentá-lo

E diz que, depois, alegará que foi em legítima defesa

Por Ricardo Noblat Atualizado em 30 jul 2020, 18h53 - Publicado em 1 jun 2020, 12h00

Foi por ter rasgado, em público, uma placa de rua com o nome da vereadora Marielle Franco, do PSOL, executada a tiros no centro do Rio, que Daniel Silveira, um ex-policial desconhecido até então, se elegeu deputado federal pelo PSL pegando carona na candidatura de Jair Bolsonaro a presidente da República.

Uma vez na Câmara, tem se destacado por sua fidelidade ao ex-capitão e pelos maus modos com que trata adversários. Não perde uma manifestação de rua promovida por bolsonaristas. Na de ontem, em Copacabana, fez declarações exaltadas. E ao sair de lá, gravou o vídeo em que lança um desafio e promete revidar à bala.

Se o que disse não configura quebra de decoro é porque a Câmara aboliu de vez o respeito ao decoro parlamentar.

Continua após a publicidade
Publicidade