Clique e assine a partir de 9,90/mês
Me Engana que Eu Posto Por Coluna A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.

Quatro fake news sobre o incêndio na Amazônia

Em chamas há três semanas, a floresta é um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, porém várias das informações compartilhadas não são corretas

Por Clara Valdiviezo - 23 ago 2019, 20h28

A floresta amazônica tem diversos focos de incêndio há três semanas. O tema é um dos mais debatidos nas redes sociais, após a fumaça das queimadas ter atingido a capital paulista na segunda-feira, 19. Confira algumas informações que foram amplamente compartilhadas, mas não estavam corretas.

Maior incêndio da região?

Este não é o maior incêndio que já atingiu o território da Amazônia Legal. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), este ano, até o dia 23 de agosto, foram registrados 56.131 focos de incêndio, enquanto que em 2004 foram 275.645 durante o ano. 

INPE/Divulgação

Neste mês, foram detectados 30.922 focos ativos, o número mais alto para o período desde 2012, quando 35.263 focos queimavam. O pior ciclo de incêndio registrado no mês de agosto foi em 2005, quando satélites captaram 73.683 focos ativos no território da Amazônia Legal.  

ONGs da Amazônia versus ONGs do Nordeste 

A informação que está circulando nas redes sociais é que não existem ONGs no Nordeste, enquanto a Amazônia possui 100.000. A afirmação é falsa, de acordo com o estudo do IBGE: “As Fundações Privadas e Associações Sem Fins Lucrativos no Brasil”, de 2016. 

Continua após a publicidade
Twitter/Twitter

Segundo a análise do órgão, existem 236.950 fundações privadas e associações sem fins lucrativos no país. A região Norte — Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre, Pará, Amapá e Tocantins —  abriga 9.193 associações, enquanto a região Nordeste — Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia — sedia 44.496.  

Imagem utilizada por personalidades não é atual 

Celebridades como Gisele Bündchen e Emmanuel Macron compartilharam uma imagem antiga da floresta amazônica. Ela está disponível no banco de imagens Alamy e é de autoria de Loren McIntyre, fotógrafo que morreu em maio de 2003. A imagem foi amplamente compartilhada nas redes sociais.

View this post on Instagram

A floresta tem um papel fundamental no equilíbrio do clima na Terra e, consequente, em nossas vidas. Não podemos fechar os olhos para o que está acontecendo na Amazônia. As queimadas crescentes vêm destruindo em dias o que a natureza leva anos, séculos para construir. Eu já estive lá e pude ver de perto como tudo acontece. O desmatamento na Amazônia vem acontecendo há anos e isso tem que parar!! Pela nossa saúde e pela saúde do nosso Planeta! Foto: Fogo floresta 2003 #TodospelaAmazonia #PrayforAmazonia #TogetherfortheAmazon 🌳 🌳 🌳 🌳 🌳 The forest plays a key role in balancing the Earth's climate and consequently in our lives. We cannot close our eyes to what is happening in the Amazon. The increased burnings have been destroying in days, what nature takes years, centuries to build. I've spent a lot of time there and was able to see closely how everything happens. Deforestation in the Amazon is been going on for year and this has to stop…for our health and the health of our planet! Photo: Forest Fire 2003

Continua após a publicidade

A post shared by Gisele Bündchen (@gisele) on

View this post on Instagram

Notre maison brûle. Littéralement. L’Amazonie, le poumon de notre planète qui produit 20% de notre oxygène, est en feu. C’est une crise internationale. Membres du G7, rendez-vous dans deux jours pour parler de cette urgence. Our house is burning. Literally. The Amazon rain forest – the lungs which produces 20% of our planet’s oxygen – is on fire. It is an international crisis. Members of the G7 Summit, let's discuss this emergency first order in two days! #ActForTheAmazon Photo : Loren McIntyre

A post shared by Emmanuel Macron (@emmanuelmacron) on

Continua após a publicidade

A foto do Rio Grande do Sul 

Cristiano Ronaldo fez uma publicação sobre a Amazônia utilizando a imagem de um incêndio na Reserva Ecológica do Taim, no Rio Grande do Sul, que aconteceu em 2013 e queimou 5.000 dos 34.000 hectares da reserva. O jogador escreveu em sua página: “A floresta Amazônica produz mais de 20% do oxigênio do mundo e está queimando há três semanas. É nossa responsabilidade ajudar a salvar nosso planeta”.  #prayforamazonia

View this post on Instagram

The Amazon Rainforest produces more than 20% of the world’s oxygen and its been burning for the past 3 weeks. It’s our responsibility to help to save our planet. #prayforamazonia

A post shared by Cristiano Ronaldo (@cristiano) on

Continua após a publicidade

 

Publicidade