Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Governadores e prefeitos se unem por vacinas. O amargo é Bolsonaro

Presidente desafina clima de otimismo com antecipação da vacinação

Por Matheus Leitão 15 jun 2021, 15h03

As notícias de que a vacinação no país pode ser antecipada animou muitos brasileiros. Nas redes sociais, governadores e prefeitos celebram a campanha e trocam mensagens positivas. O amargo é o presidente Jair Bolsonaro, que não entra no clima otimista e ainda critica aqueles que estão lutando pela vacinação, como João Doria.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, respondeu Doria em tom de brincadeira depois que o governador de São Paulo escreveu “vai preparando o braço” ao anunciar a antecipação da vacinação. “Me aguarde. Você é o pai da vacina mas eu já adotei a criança e já ganhei o coração do imunizante. Não me provoque. Estou preparando a resposta. Bora vacinar!!”, escreveu Paes.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, também entrou na brincadeira e escreveu: “Aí, @eduardopaes! Se @jdoriajr é pai da vacina e você diz que adotou o imunizante, é bom alertar que ela fez amizade forte com o guri do RS! A gente segue na frente nas 2 doses e, do jeito que vai, a gaúchada estará imunizada pra semana Farroupilha, 20/09!”. 

Mais uma vez, Paes respondeu em tom positivo: “Atenção @jdoriajr e @flaviodino esses caras dos pampas estão querendo gastar onda conosco. Bora vacinar e atropelar o @EduardoLeite_”, escreveu.

A deputada federal Jandira Feghali (PC do B) também postou mensagem sobre a vacinação em tom de brincadeira e recebeu resposta de Paes. “Corrida boa mesmo é a da imunização contra Covid. O Brasil vibra cada vez que @flaviodino avança na maratona ou quando @jdoriajr faz um belo salto”, escreveu a deputada. 

Em resposta, Paes enviou: “Esse @flaviodino está impossível. Até rave da vacina o homem está fazendo no Maranhão. Ainda vou pensar se dá para arrumar confusão com ele…”, disse o prefeito do Rio.

Quem desafina o clima alegre que prefeitos e governadores estão criando é Bolsonaro. O presidente parece preferir fazer provocações a se unir à força-tarefa que tem sido feita para imunizar os brasileiros.

Continua após a publicidade
Publicidade