Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

As promessas de André Mendonça aos senadores

Mesmo sem ter sido indicado oficialmente ao STF, Advogado-Geral da União promete que vai fazer andar processos de políticos, sem engavetar e sem perseguir

Por Matheus Leitão Atualizado em 8 jul 2021, 10h32 - Publicado em 8 jul 2021, 09h01

André Mendonça já está preparando seu caminho para entrar de vez no Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta quarta, 7, o presidente Jair Bolsonaro confirmou que vai indicar o atual Advogado-Geral da União para ocupar a cadeira de Marco Aurélio Mello. Nos bastidores, Mendonça já conversa diretamente com senadores sobre sua atuação como ministro da Suprema Corte, já que terá que passar por uma sabatina no Senado antes de ocupar o cargo.

Aos parlamentares, Mendonça tem dito que quer levar equilíbrio ao STF e agregar com diálogo e bom senso renovando naturalmente as coisas. O advogado e pastor afirma que vai fazer andar processos de políticos. Segundo ele, não haverá perseguição, mas o andamento adequado dos processos, sem engavetar e sem perseguir.

+ O crescimento evangélico, a próxima eleição e o pastor no STF

Para Mendonça, embora haja muito debate em torno do conceito de justiça, é possível saber claramente o que é uma injustiça. E, segundo o advogado, evitar a injustiça já é um grande passo para o país.

Marco Aurélio Mello se aposenta no dia 12 de julho, mas André Mendonça não quis esperar. Ele sabe que será questionado e precisa ser aprovado pelos senadores se quiser ocupar a cadeira. Por isso, já começou a articular e preparar o caminho para que os parlamentares fiquem ao seu lado na sabatina.

Continua após a publicidade
Publicidade