Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Joesley rebate Temer: ‘Ladrão geral da República’

Dono da JBS rebate nota divulgada pelo presidente na sexta-feira

Por Da redação 2 set 2017, 11h16

Chamado de ‘grampeador-geral da República’ pelo presidente Michel Temer, o empresário Joesley Batista devolveu na madrugada deste sábado: ‘Michel, que se torna ladrão geral da República, envergonha todos nós brasileiros’.

  • Temer, em viagem a China, emitiu um longo comunicado na sexta-feira em que critica o acordo de delação do doleiro Lúcio Bolonha Funaro e ataca o dono da JBS. ‘Joesley mentiu, omitiu e continua tendo o perdão eterno do procurador-geral (Rodrigo Janot). Prêmio igual ou semelhante será dado a um criminoso ainda mais notório e perigoso como Lúcio Funaro?’

    Horas depois, Joesley rebateu: ‘A colaboração premiada é por lei um direito que o senhor presidente da República tem por dever respeitar. Atacar os colaboradores mostra no mínimo a incapacidade do senhor Michel Temer de oferecer defesa dos crimes que comete’.

    Publicidade