Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Fora os bolsonaristas, quem mais ataca Moro nas redes sociais

Postagens lembram dos desvios da Lava-Jato e falam de atuação política dele nos tempos de magistrado

Por Da Redação 22 nov 2021, 11h34

Pré-candidato à presidência da República, Sergio Moro, encontrou nas redes sociais um crítico contumaz que vem aumentando a frequência das postagens desde a filiação do ex-juiz e do ex-ministro ao Podemos. O advogado Rodrigo Tacla Duran, acusado de lavagem de dinheiro pela Lava Jato, tem usado seu perfil no Twitter, que tem mais de 53 mil seguidores, para fustigar Moro.

Russo [apelido de Moro revelado nas trocas de mensagens de procuradores pelo aplicativo Telegram] o único que prendeu opositores políticos foi você!”, escreveu Tacla Duran neste domingo, 21, rebatendo uma publicação do ex-juiz com críticas ao PT. “Juiz ruim demais, se continuar assim vai acabar se candidatando para 3ª via…”, postou o advogado na semana passada, junto com a foto do árbitro que apitou o jogo entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias para a Copa do Catar. Mensagens acusando Moro de usar a investigação de corrupção na Petrobras como trampolim para sua candidatura se tornaram frequentes no perfil do investigado.

Tacla Duran, denunciado por ter atuado como operador de propinas da Odebrecht, vive hoje na Espanha e se notabilizou por fazer acusações contra o modus operandi da Lava Jato. Desde março de 2020 ele mantém conversas com o Ministério Público Federal em busca de assinar um acordo de delação premiada. Já o ex-juiz e os procuradores responsáveis pela operação dizem que as imputações são uma tentativa do réu de encobrir os crimes que cometeu quando trabalhou para a empreiteira.

Publicidade