Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Embaixada em Buenos Aires faz propaganda de filme sobre Edir Macedo

Milagre das poltronas vazias e da renda recorde, já registrado desde a estreia da cinebiografia no Brasil, deve se repetir no país vizinho

Por Denise Chrispim Marin - 8 out 2019, 20h25

A embaixada do Brasil em Buenos Aires estampou no seu perfil no Facebook propaganda para o filme Nada a Perder 2, segunda parte da biografia do bispo Edir Macedo, dono da Igreja Universal do Reino de Deus e da rede de televisão Record. Pouco destoaria o empenho do embaixador Sérgio Danesi à divulgação do cinema nacional no exterior não fosse o fato de Macedo ser um aliado de primeira hora do governo de Jair Bolsonaro.

A fita Nada a Perder 2 – Não se Pode Esconder a Verdade, de Alexandre Avancini, estreou no Brasil em meados de agosto e, desde então, tem repetido o milagre da primeira produção: renda milionária, apesar das poltronas vazias nos cinemas. Na Argentina, está em cartaz em 26 salas, conforme a programação publicada pelo jornal Clarín e cuidadosamente anexada à nota da embaixada.

Não se sabe ainda se também lá a graça será alcançada. A Argentina foi um dos primeiros alvos do projeto de internacionalização da Universal, ainda nos anos 1990. Macedo enviou a Buenos Aires pastores aptos a falar em “portunhol” e transformou cinemas decadentes dos bairros populares em templos confortáveis – até com calefação. Assentou-se solidamente entre os “hermanos” de fé, suscetíveis a uma crise a cada cinco anos.

Publicidade