Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Desaprovação ao governo Jair Bolsonaro é a maior em mais de um ano

Segundo o Paraná Pesquisas, 53,8% desaprovam a gestão e 45,6% a consideram ruim ou péssima, as piores taxas de série histórica iniciada em maio de 2020

Por Da Redação 20 jun 2021, 08h34

A desaprovação ao presidente Jair Bolsonaro atingiu em junho deste ano a pior marca desde maio de 2020, quando o instituto Paraná Pesquisas passou a fazer monitoramentos periódicos da avaliação do governo pela população.

Segundo o último levantamento, feito entre os dias 11 e 15 de junho, 45,6% da população considera o governo ruim ou péssimo, enquanto 53,8% desaprova de uma forma geral a gestão comandada por Bolsonaro.

A avaliação de ruim ou péssimo cresceu de forma consecutiva nos últimos cinco levantamentos, desde outubro de 2020 (veja quadro abaixo).

Já a desaprovação ao governo aumentou mais de oito pontos desde dezembro de 2020, quando era de 45,3% e ficava abaixo da taxa de aprovação, que era de 50,2% — agora, a situação se inverteu (veja quadro abaixo).

No levantamento de junho deste ano, os segmentos que mais desaprovam o atual presidente são as mulheres (61,2%), aqueles que possuem até o ensino fundamental (60,4%), os desempregados (59,7%) e os jovens de 16 a 24 anos (59,3%).

Bolsonaro consegue as maiores aprovações entre os evangélicos (54%), os homens (52%), os brasileiros de 35 a 44 anos (47,9%) e aqueles que têm o ensino médio (47,3%).

A última pesquisa foi feita por meio da abordagem pessoal de 2.040 eleitores em 156 municípios de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Continua após a publicidade
Publicidade