Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ato pró-Bolsonaro reuniu 125 mil pessoas na Paulista, diz governo de SP

Número ficou bem abaixo do esperado pelo presidente, que imaginava atrair 500 mil pessoas; protesto da esquerda reuniu apenas 15 mil no Anhangabaú

Por Camila Nascimento 7 set 2021, 18h37

A Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo contabilizou 125 mil pessoas na manifestação de apoio a Jair Bolsonaro na Avenida Paulista nesta terça-feira, 7 de setembro. O número ficou ficou muito abaixo do esperado pelo presidente, que imaginava atrair 500 mil apoiadores ao protesto, marcado por críticas ao Supremo Tribunal Federal e pela defesa de temas como voto impresso e intervenção militar.

A previsão bolsonarista era bastante otimista, já que, se concretizada, igualaria o maior protesto já registrado na  história da Avenida Paulista: no dia 13 de março de 2016, um ato pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff contou com cerca de 500 mil manifestantes, de acordo com medição feita pelo Datafolha. À época, a campanha pela saída da petista mobilizava multidões em vários atos de rua pelo país.

Também segundo o Datafolha, em 2012, outros dois atos superaram a concentração bolsonarista desta terça-feira. Na mesma Avenida Paulista, a Parada Gay reuniu 270 mil participantes, enquanto a Marcha para Jesus, evento evangélico realizado em outras vias da cidade, reuniu 335 mil.

Anhangabaú

Ainda segundo a Secretaria da Segurança Pública, o ato da esquerda realizado no Vale do Anhangabaú reuniu em torno de 15 mil manifestantes. A principal pauta foi a defesa do impeachment de Bolsonaro.

Continua após a publicidade

Publicidade