Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
José Casado Por José Casado Informação e análise

Em Minas, a tática do locaute para reduzir tributos

Donos de transportadoras promovem nova paralisação para pressionar pela redução de impostos estaduais e já falam em "corrida" aos postos de gasolina

Por José Casado Atualizado em 22 out 2021, 05h05 - Publicado em 22 out 2021, 09h00

Donos de algumas empresas transportadoras de combustíveis resolveram promover nova paralisação para pressionar governos estaduais a reduzir a tributação.

Aparentemente, o movimento está restrito a Minas Gerais. Em notável coincidência, o estado foi palco do primeiro ensaio, no Dia da Independência, simultâneo aos comícios de Jair Bolsonaro em Brasília e em São Paulo. Estradas foram bloqueadas na ocasião.

Ontem à noite, o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Minas Gerais (Minaspetro) divulgou a informação de que o locaute — qualificado como “greve” — já provocava “estoque reduzido” e “problemas de abastecimento” no Estado. Apelou à população para “evitar uma corrida aos postos”. O governo mineiro se limitou à promessa de “estudar” as reivindicações tributárias dos empresários-tanqueiros.

Publicidade