Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘A Noite do Jogo’: uma delícia de comédia

Jason Bateman e Rachel McAdams pegam o que já era bom — o roteiro e a direção — e deixam ainda melhor

Max e Annie (Jason Bateman e Rachel McAdams), feitos um para o outro, são viciados em jogos de mímica, conhecimentos gerais e charadas — são viciados, principalmente, em ganhar os jogos. Perder deixa Max estressadíssimo. E Jason Bateman é um ator que nasceu para fazer personagens controladamente estressadíssimos, seja em comédias (Quero Matar Meu Chefe, Palavrões — que ele dirigiu —, a série Arrested Development), seja em thrillers de alta voltagem (O Presente, a série Ozark). É um fato estatístico: onde Jason Bateman está, as chances de erro diminuem drasticamente, e as chances de acerto aumentam na mesma proporção. Combinado aqui a Rachel McAdams, com seu toque leve e gracioso para a comédia, e a um elenco todo ele em peso de luta, da menor “ponta” à participação mais decisiva — fique de olho nas aparições especiais —, Bateman pega o que já era bom (o roteiro delicioso, a direção inspirada) e faz maravilhas.

A Noite do Jogo

 (Warner/Divulgação)

Max, Annie e um grupo de amigos se reúnem uma vez por semana para uma noite de jogos. O ritual inclui driblar o policial Gary (Jesse Plemons, ótimo), o vizinho esquisitão do casal, que ficou ainda mais esquisito desde que se separou da mulher — que ele continua idolatrando. Brooks (Kyle Chandler), o irmão mais velho, mais rico, mais alto e mais cool de Max, estraga tudo: de volta à cidade, e ostentando como sempre, ele dá na vista para Gary, transfere a rodada da semana para a sua mansão e organiza um jogo de falso sequestro que, claro, vai se confundir com um sequestro verdadeiro em progresso. O roteiro esperto do quase novato Mark Perez funciona no arranjo como um todo e de piada em piada, e a direção entusiasmada da dupla John Francis Daley e Jonathan Goldstein (autores do roteiro de Quero Matar Meu Chefe e de Homem-Aranha: De Volta ao Lar) crava tanto o humor quanto a ação. Não anda fácil encontrar uma comédia como A Noite do Jogo: sem grosseria nem maldade, ao mesmo tempo boba e inteligente, hábil nos diálogos e com um dom especial para o pastelão, e capaz de quebrar a hierarquia monótona de protagonistas e coadjuvantes em favor de um espírito de trupe cômica. Não há momento perdido aqui, e acho que desde A Espiã que Sabia De Menos eu não saía tão alegre da sessão.


Trailer

A NOITE DO JOGO
(Game Night)
Estados Unidos, 2018
Direção: John Francis Daley e Jonathan Goldstein
Com Jason Bateman, Rachel McAdams, Jesse Plemons, Kyle Chandler, Billy Magnussen, Lamorne Morris, Kylie Bunbury, Sharon Horgan, Michael C. Hall, Danny Huston, Chelsea Peretti, Joshua Mikel, Zerrick Williams, Malcolm Hughes
Distribuição: Warner

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s