Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Holofote Por Silvio Navarro Os personagens que estão no centro do poder. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sobre Alckmin, Doria, Meirelles e Kassab

Kassab decidiu apoiar os tucanos em troca da vice em SP e no plano federal

Por Silvio Navarro Atualizado em 30 jul 2020, 20h34 - Publicado em 8 fev 2018, 15h51

Avançou muito nesta semana a articulação para consolidar a aliança entre PSDB e PSD nas eleições deste ano. Os tucanos entendem que o partido de Gilberto Kassab seria o aliado preferencial já que o DEM flerta com a ideia de voo solo e está cada vez mais alinhado com o PMDB no plano federal, conduzido pelas mãos do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (RJ). O PSD já topou entrar na chapa como vice ao Palácio dos Bandeirantes se o prefeito paulistano, João Doria, for o candidato. O pacote incluiria também a vice na chapa de Geraldo Alckmin à Presidência. E o próprio Kassab quer entrar no jogo. Resta saber o que fazer com Henrique Meirelles, ministro da Fazenda, que não desistiu do sonho de concorrer ao Palácio do Planalto.

Publicidade