Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Silvio admite ser pressionado para calar Gentili e Sheherazade

Felipe Moura Brasil lembra quem começou patrulha e critica enfoque da imprensa

O Estadão destaca a seguinte manchete:

“Silvio Santos repreende [Rachel] Sheherazade e [Danilo] Gentili por comentários políticos”.

O resto da imprensa embarcou no mesmo enfoque em relação à “saia justa” ocorrida durante o Troféu Imprensa, exibido no SBT na noite de domingo (9).

Muito mais importante, porém, do que as reprimendas “em tom de brincadeira” foi o que Silvio admitiu a Gentili:

“Você não deve falar em política porque você me complica. Não é você que ouve as reclamações, sou eu. Depois me falam ‘manda embora’.”

De fato, uma coluna do insuspeito portal UOL informou há três anos, em abril de 2014, quem transmitiu ao SBT um desses recados:

“Notícias da TV apurou que a medida [de cortar os comentários políticos de Sheherazade] foi tomada sob pressão do governo federal [do PT]. Há duas semanas, Marcelo Parada [o então diretor de jornalismo do SBT e coordenador da campanha de 2010 de Dilma Rousseff] se reuniu em Brasília com o ministro da Secretaria de Comunicação Social [Secom], Thomas Traumann. Na ocasião, Traumann manifestou desconforto com os comentários de Sheherazade. O ministro controla as verbas do governo federal, que investe cerca de R$ 150 milhões em publicidade por ano no SBT.”

Ou seja: em pleno ano eleitoral de 2014, Silvio Santos rendeu-se à ameaça petista de cortar o mortadelão federal da emissora e transformou a única apresentadora da TV aberta brasileira que fazia críticas ao PT em mera leitora de teleprompter.

Este blog contextualizou e comentou aqui, na ocasião, os bastidores do caso, no qual também foi pedida a cabeça do então apresentador do SBT Paulo Eduardo Martins.

Só mesmo “em tom de brincadeira”, portanto, Silvio poderia dizer o que disse a Sheherazade no Troféu Imprensa, não sem ouvir dela a resposta possível a se dar em público ao chefe. Reproduzo o trecho da reportagem do Estadão:

“(…) ‘Você começou a fazer comentários políticos no SBT e eu pedi para você não fazer mais, porque você foi contratada para ler notícias, não para dar sua opinião’, diz Silvio Santos com os braços cruzados, enquanto Sheherazade ri de forma constrangida, com os braços para trás. ‘Se você quiser fazer política, compra uma estação de televisão e faz por sua conta’, acrescenta o apresentador.

A jornalista, na defensiva, argumenta de forma gentil com o chefe. ‘Quando você me contratou, você me contratou para opinar’, diz.

Silvio, entretanto, retruca. ‘Não’, ao que a jornalista dá uma risada constrangida. ‘Eu contratei você para você continuar com sua beleza e com sua voz para ler as notícias do teleprompter’. Silvio segue no ‘puxão de orelha’. ‘Na internet, você pode fazer o que quiser. Combinei com o Danilo [Gentili] que a partir de agora ele só vai elogiar os políticos’.”

É curioso que o mesmo Silvio que não viu problema em manter por quase cinco anos na direção de jornalismo do SBT um ex-coordenador de campanha de Dilma, nem como repórter do principal telejornal da emissora um ex-assessor de Lula, precise vetar os comentários políticos do humorista e da apresentadora que ousam criticar Dilma, Lula, PT e demais esquerdistas.

O governo petista acabou, mas Silvio Santos continua dócil à patrulha.

As razões disto são o que deveria interessar à imprensa, lamentavelmente mais preocupada em caçar cliques com “saias justas” entre celebridades.

Felipe Moura Brasil ⎯ https://veja.abril.com.br/blog/felipe-moura-brasil

Siga no Twitter, no Facebook e na Fan Page.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

  1. Adriana Vidigal

    Alô, Veja! O PT não está no governo e vocês querem atribuir ao partido a bela chamada de atenção que SS deu na moça?! Conta outra que já está feia essa perseguição, esse partidarismo de vocês. O povo já acordou! Os paneleiros agora estão vendo a “burrada” que fizeram e essa Sheherazade foi uma que apoiou o GOLPE!

    Curtir

  2. Deveria ser proibido qualquer tipo de governo gastar um centavo com propaganda além de privatizar tudo.

    Curtir

  3. Astral Weeks

    Ahh… e gente que fez manifestações, em plenas tardes de dias úteis, todas pagas com dinheiro dos contribuintes (com direito a lanchinho, R$50,00, ônibus, uniforme e balões vermelhos) só pra defender bandidos eleitos por eles mesmos… Todos sabem o que essa gente é.
    Termina com “eirós” também!
    Sugestões:
    Bandoleiros?
    Maconheiros?
    Quadrilheiros?
    Mensaleiros?
    Baderneiros?

    Curtir

  4. Jaci Capistrano

    Dilma saiu, porém o comunismo ficou, eis a explicação. Bolsonaro 2018!

    Curtir

  5. Felipe, sempre leio o blog mas nunca comento, hoje não deu pra segurar.

    Gostaria de saber se você está inteirado do absurdo projeto de reforma da “lei de imigração” elaborado pelas comissões de relações exteriores e com forte engajamento de tucanos como Aloysio Nunes e Tasso Jereissati… Trata-se de uma aberração disfarçada de viés humanitário, que passa por cima da soberania do país e escancara o assistencialismo de Estado para imigrantes ilegais que entrarem no Brasil, impedindo a Polícia Federal de fazer deportações e oferecendo defensor público a uma pessoa que entrou sem visto no país. É impressionante a falta de bom senso dos parlamentares ao levar pra frente uma lei de imigração excessivamente permissiva, que trará problemas sociais, justo num momento de desemprego e de agravamento do cenário geopolítico internacional sem nenhum debate com a sociedade. Sugiro que vc aborde o assunto aqui no blog e nas suas redes antes que esse absurdo seja aprovado.

    Curtir

  6. Walter Matos de Oliveira Jr

    Ainda existe petista! É impressionante a capacidade deles de distorcerem a realidade. Desmontaram o país e ainda falam em golpe. Acorda pra real!

    Curtir

  7. joão botelho

    E o tonto aqui um dia acreditou que seria o PT a dar um fim no coronelismo e no clientelismo. Vai (vou) ser burro assim no inferno!

    Curtir

  8. Sanbdesaa@gmail.com Batista De Sa

    Silvio fica queto a Raquel é nota dez

    Curtir