Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Sergio Moro descarta Senado e só deve sair em 2022 se for para presidente

Segundo interlocutores do ex-ministro da Justiça, ideia de que concorrer ao Senado por São Paulo ou pelo Paraná não agradou

Por Clarissa Oliveira 28 set 2021, 14h26

Nas conversas que teve nos últimos dias sobre uma possível candidatura em 2022, Sérgio Moro indicou a interlocutores que prefere ficar fora da corrida se não for para encabeçar uma chapa presidencial. Uma ideia que chegou a ser discutida era a possibilidade de ele disputar o Senado, seja pelo Paraná ou por São Paulo. Mas a sugestão já foi descartada, segundo pessoas que estiveram com o ex-ministro da Justiça. Um possível posto de vice também não agradou.

Depois de se reunir com a cúpula do Podemos para discutir a corrida do ano que vem, Moro tem marcado para amanhã um almoço com o também ex-ministro Luiz Henrique Mandetta. Independentemente do desfecho dessas conversas, ele mantém para novembro o prazo de uma definição sobre seu futuro político. Nessa data, encerra-se seu contrato com a consultoria Alvarez&Marsal, onde atua como diretor em Washington.

Publicidade