Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Blog da Rússia Em detalhes, a cobertura da Copa do Mundo de 2018

Galvão Bueno: rave na folga e trapalhadas durante a transmissão

"Serginho", "Cícero" e "Copa de 1996" foram algumas das confusões do apresentador durante o jogo

Por da Redação 2 jul 2018, 14h00

Após curtir a folga em uma rave russa na última sexta-feira, o narrador Galvão Bueno cometeu uma sequência de confusões durante a transmissão da vitória da seleção brasileira por 2 a 0 sobre o México, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo de 2018.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo de 2018

View this post on Instagram

Moscou enlouqueceu de vez!! Nesta sexta nem teve jogo!! Mas as galeras de todas as partes do mundo não param a festa!! E quem passa neste sábado? #françaouargentina? #uruguaiouportugal?

A post shared by Galvão Bueno (@galvaobueno) on

O narrador da TV Globo chamou o volante Casemiro de “Cícero”, que, segundo ele, jogou a “Copa de 1996”, que não existiu. Galvão ainda chamou Fernandinho de “Serginho”, afirmou que o lateral mexicano Layún era um atacante e encerrou confundindo o goleiro do México, Ochoa, com o técnico da equipe, Juan Carlos Osorio.

  • Além das corriqueiras trapalhadas, Galvão Bueno tem convivido com críticas de companheiros de trabalhos por conta de seu comportamento ríspido e falta de respeito com os funcionários da Globo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade