Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Bahia Por VEJA Correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens baianos.

‘Quem votar a favor da Previdência, pode perder mandato’, diz ex-relator

O democrata afirma que o atual projeto da reforma é 'muito duro' e avalia que o governo precisa retirar alguns pontos do texto

Por Rodrigo Daniel Silva Atualizado em 21 mar 2019, 17h58 - Publicado em 21 mar 2019, 16h49

Relator da reforma da Previdência no governo Temer (MDB), o deputado federal Arthur Maia (DEM-BA) disse que os parlamentares favoráveis à proposta do presidente Jair Bolsonaro (PSL) precisam ter “desapego ao mandato, porque correm o risco de perder”.

Em vídeo publicado nas redes sociais, o democrata afirma que o atual projeto da Previdência é “muito duro”. Para ele, se o governo não retirar “agora” alguns pontos do texto, como as mudanças no Benefício de Prestação Continuada, “não vai ter propaganda capaz de salvar” a reforma.

“Quem tiver disposição de votar na reforma, tenha desapego ao mandato, porque corre o risco grande de perder o mandato, como eu corri e tantos outros perderam. Não achem que isso trata de assunto fácil”, declarou Maia.

  • O deputado disse, ainda, que “a maior vaia que já tomei em minha vida” foi quando era relator da Previdência, ao entregar uma obra na cidade baiana de Guanambi, sua principal base eleitoral. O democrata afirmou que só aceitou relatar a proposta porque sabe da “importância da reforma para o Brasil”.

    “Não uso o meu mandato para acompanhar a onda do momento. Eu não uso o meu mandato para conseguir votos as custas da desgraça do Brasil”, ressaltou.

    Continua após a publicidade
    Publicidade