Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Vaia pedagógica

“Viva o trabalhador!” Manoel Dias, ministro do Trabalho, na comemoração do Primeiro de Maio organizada pela CUT, reduzindo seu discurso a três palavras por saber que, a partir da quarta, uma tremenda vaia impediria que alguém ouvisse as bobagens que pretendia dizer.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 03h56 - Publicado em 3 Maio 2014, 05h22

“Viva o trabalhador!”

Manoel Dias, ministro do Trabalho, na comemoração do Primeiro de Maio organizada pela CUT, reduzindo seu discurso a três palavras por saber que, a partir da quarta, uma tremenda vaia impediria que alguém ouvisse as bobagens que pretendia dizer.

Publicidade