Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Se beber, não escreva

Haddad mostra no Twitter o que acontece na cabeça de quem tenta acompanhar Lula numa noite de réveillon

Por Augusto Nunes - Atualizado em 6 jan 2020, 08h02 - Publicado em 6 jan 2020, 07h02

“No final de 2015 estávamos em 2010, e com o impeachment de 2016 voltamos pra 2002. O MDB no poder em 2017 nos levou a 1985. E a eleição de Bolsonaro jogou a gente pra 1964. Vamos inventar um futuro e, se tudo der certo, esse ano só termina no ano que vem”. (Fernando Haddad, sem ocupação conhecida desde o fiasco nas urnas de 2018, mostrando no Twitter o que acontece a quem tenta acompanhar Lula numa bebedeira de réveillon)

Publicidade