Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Puxão de orelha

Zezé Perrela leva um pito de Aécio por ter ignorado as bandidagens

Por Augusto Nunes 5 jun 2017, 13h06

“Eu acho que eu não preciso provar o quanto eu sou teu amigo, na vida, né, cara? Então eu vou te falar aqui como amigo, com a liberdade de amigo. Eu achei, olhe, poucas vezes eu vi uma declaração tão escrota, Zezé, como essa que você deu na Itatiaia hoje, que me passaram aqui. (…) Você nos igualou, você me jogou no campo do PT, dos picaretas todos como se você tivesse sido eleito, Zezé, não é por uma ação divina, ou financiado pela semente sua ou pela quentinha… Porra, a nossa campanha foi a mesma, Zezé. Então, numa hora dessa, cara, é hora de ter solidariedade e mostrar: ‘ó, tem que separar o joio do trigo’. (…) Quem conhece o Aécio, quem conhece o Anastasia sabe da correção deles. É isso que se espera de um senador hoje no campo político. Ou você acha que nós agimos como esses caras aí? O que que tá acontecendo? Eles estão misturando doação de campanha, financiamento de campanha, Zezé ─ e vou repetir: a sua foi exatamente realizada como a minha, como a do Anastasia ─, com essa roubalheira que fizeram no Brasil”. (Aécio Neves, numa ligação interceptada pela Polícia Federal, repreendendo o senador Zezé Perrela por não ter explicado numa entrevista que o candidato à Presidência derrotado em 2014 é igual a ele, mas que os dois são bem melhores que Lula e seus bandidos)

Publicidade