Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Comunista capitalista

Manuela D'Ávila ainda não decidiu se é uma comunista a favor do livre mercado ou uma capitalista que luta pelo aumento do Estado

Por Augusto Nunes 3 fev 2018, 16h28

“Nós podemos construir mil caminhos para o desenvolvimento do Brasil, mas não há desenvolvimento sem indústria e participação do estado como maestro desse desenvolvimento”. (Manuela D’Ávila, deputada estadual pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB) do Rio Grande do Sul e candidata à Presidência, sem decidir se vai defender o livre mercado — e matar de susto os dinossauros do partido — ou se pretende aumentar a já sufocante participação do Estado — e tornar ainda mais remota a chance de eleger-se até para a câmara de vereadores de algum grotão gaúcho)

Publicidade