Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Amante nostálgica

Gleisi morre de saudade do tempo em que o Brasil se submetia a Fidel Castro e Hugo Chávez, entre outros ditadores companheiros

Por Augusto Nunes - 2 dez 2019, 15h44

“A amizade de Bolsonaro com os EUA e sua posição submissa a Trump dá nisso. Os EUA pensam nos EUA e o Brasil passou a pensar também. Vergonhoso e humilhante para o povo brasileiro essa decisão americana. Cadê os benefícios dessa política de alinhamento?”. (Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidente do PT, conhecida pelo codinome Amante no Departamento de Propinas da Odebrecht, com saudade do tempo em que os presidentes brasileiros se submetiam aos interesses de Fidel Castro, Hugo Chávez, Robert Mugabe, Teorodo Obiang, entre outros ditadores companheiros)

Publicidade