Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

#SanatórioGeral: Amante exigente

Gleisi exige que Lula ganhe do Supremo um atestado declarando que o chefão é mais inocente que bebê de colo

Por Augusto Nunes - 11 set 2019, 07h05

“Chega de arbitrariedade, chega de injustiça, chega de mentiras e de impunidade para os crimes da Lava Jato e de seus cúmplices! A sociedade brasileira quer reencontrar a paz, restaurar o estado de direito democrático, reconstruir o país, e isso só será possível quando for reconhecida a parcialidade de Moro e dos procuradores, quando for anulada a farsa judicial contra Lula e ele tiver um julgamento justo”. (Gleisi Hoffmann, deputada federal e presidente do PT, conhecida pelo codinome Amante no Departamento de Propinas da Odebrecht, em nota divulgada no site do partido que virou quadrilha, exigindo que Lula ganhe do Supremo um atestado declarando que o chefão é mais inocente que bebê de colo)

Publicidade