Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pesca e poesia

“O azul do céu agora é também o azul do mar e da plataforma de petróleo; o verde continua a ser o da floresta amazônica, pelo interesse de que ela se mantenha; o amarelo, além de ouro, passou a representar uma grande quantidade de peixes”. Ideli Salvatti, ministra da Pesca e Aquicultura e um berreiro […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 11h58 - Publicado em 17 Maio 2011, 23h28

“O azul do céu agora é também o azul do mar e da plataforma de petróleo; o verde continua a ser o da floresta amazônica, pelo interesse de que ela se mantenha; o amarelo, além de ouro, passou a representar uma grande quantidade de peixes”.

Ideli Salvatti, ministra da Pesca e Aquicultura e um berreiro à procura de uma ideia, no artigo publicado na Folha desta terça-feira, reinterpretando o significado das cores da bandeira do Brasil.

Publicidade