Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Na mosca

“O Eduardo unificou e expressou o sentimento majoritário da bancada. O PMDB ganhou peso”. Jorge Picciani, presidente do PMDB do Rio de Janeiro, confirmando que Eduardo Cunha, líder do partido na Câmara, é o nome ideal para chefiar a bancada do que Ciro Gomes qualifica de ajuntamento de assaltantes”.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 06h13 - Publicado em 19 Maio 2013, 16h58

“O Eduardo unificou e expressou o sentimento majoritário da bancada. O PMDB ganhou peso”.

Jorge Picciani, presidente do PMDB do Rio de Janeiro, confirmando que Eduardo Cunha, líder do partido na Câmara, é o nome ideal para chefiar a bancada do que Ciro Gomes qualifica de ajuntamento de assaltantes”.

Publicidade