Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

ELEIÇÕES: Kátia Abreu não acerta uma

A senadora apoia um velho inimigo e garante a reeleição do prefeito de Palmas

Por Augusto Nunes Atualizado em 30 jul 2020, 21h41 - Publicado em 2 out 2016, 19h39

Depois de encerrar o casamento com os ruralistas para namorar o MST, depois de deixar a oposição democrática para apoiar o governo lulopetista, depois de renunciar à sobrevivência política para morrer abraçada à pior presidente da história do Brasil, Kátia Abreu teve outra ideia. De jerico, como a da companheira carioca Jandira Feghali.

A senadora decidiu perder a eleição em Palmas no palanque do velho inimigo Raul Filho, candidato à prefeitura da capital do Tocantins. Ou ex-candidato, informa o fim da apuração na capital do Tocantins: o prefeito Carlos Amastha foi reeleito. Com a ajuda de Kátia, naturalmente.

 

Publicidade