Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Disfarçado de José Eduardo Cardozo aos domingos, o ministro da Justiça foi passear na Avenida Paulista. Descobriu o Brasil

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    sonia

    O acompanhante de camisa vermelha não é o mesmo que participou do ataque ao Pixuleco?
    https://www.facebook.com/EmDefesadoBrasilBr/videos/1666356530276925/

    Curtir

  2. Comentado por:

    paulo

    Isto deveria acontecer em todos os lugares, sem violência, mas realmente em todas cidades e contra todos os políticos que tenham andado “fora da linha”…e tenho certeza que não existe um só município em que sua população não saiba de alguma “maracutaia” dos políticos locais.
    Temos sim que incomodar os pilantras…eles não podem deixar de pagar o preço moral por seus atos.
    Não devem ter o direito de se usufruir do resultado de seus crimes em paz…o patrulhamento deveria ser implacável e permanente.
    Se nossa Justiça é lenta para colocá-los na cadeia, vamos nós privá-los do convívio da sociedade, forçá-los a se esconder.

    Curtir

  3. Comentado por:

    ana soriano

    Vamos começar um abaixo assinado para a capital federal mudar para São Paulo.
    Eles não vão ter como se esconder!

    Curtir

  4. Comentado por:

    SÉRGIO BORJA

    PROCESSO DE IMPEACHMENT CONTRA DILMA VANA ROUSSEFF JÁ FOI RECEBIDO HOJE, 08.09.2015, PELA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS CONFORME INFORMAÇÃO DE SUAS ASSESSORAS DE GABINETE SRA. FERNANDA E SRA. GIOVANA ROCHA. O prof. Sérgio Borja foi o primeiro brasileiro a propor o Impeachment de Fernando Color de Melo em 1992 em 15.07.1992. Deu ciência a Folha de São Paulo sendo que em 22.07.1992 a folha publicava a machete na capa do jornal em matéria assinada pelo heroico jornalista MARCELO MENDONÇA!
    Sérgio Augusto Pereira de Borja é professor aposentado, com mais de 35 anos de Magistério Jurídico, perante as Faculdades de Direito da UNISINOS, PUCRS e UFRGS. Tem obra com este título e mais oito livros publicados entre jurídicos, ensaios e poesia. Foi o criador da Tese “Guerra das Moedas” em 15.07.1997 e criador da Tese “Habeas Mídia” apresentada no Congresso dos 60 anos dos Direitos Humanos da ONU, na Universidade de Lomas de Zamora , Argentina. Entrou também, em 2005, com a ação de impeachment contra o Presidente Lula que não foi recebida pelo Ex-Presidente da Câmara o atual Ministro da Tecnologia o comunista Aldo Rebelo. Impetrou Mandado de Segurança perante o Supremo deste indeferimento que foi despachado pelo ex-ministro Joaquim Barboza, que , da mesma forma, indeferiu o seu mandamus. Sérgio Borja foi professor de Teoria Geral do Estado, Ciência Política, Relações Internacionais e Direito Agrário entre outras 18 matérias jurídicas ao longo de sua prática à frente da Cátedra Jurídica. Atualmente é advogado inscrito na OAB|RS, sob nº 8629 tendo recebido a Comenda Osvaldo Vergara por seus serviços prestados à Ordem dos Advogados do Brasil.
    http://www.camara.leg.br/internet/Deputado/dep_Detalhe.asp?id=74173
    VEJA PETIÇÃO DE IMPEACHMENT AQUI : http://www.sergioborja.com.br/?p=1159

    Curtir