Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma entra em campo com Ganso e Neymar: um grande momento do Discurso sobre o Nada

Com a segurança de um lateral escalado para acompanhar Pelé sem perder Garrincha de vista, Dilma Rousseff resolveu incluir no Discurso sobre o Nada um capítulo sobre futebol. Começou por dizer o que pensa de Neymar e Ganso. Depois de analisar o vídeo de 45 segundos, Celso Arnaldo decidiu convocá-lo para a seleção dos melhores […]

Com a segurança de um lateral escalado para acompanhar Pelé sem perder Garrincha de vista, Dilma Rousseff resolveu incluir no Discurso sobre o Nada um capítulo sobre futebol. Começou por dizer o que pensa de Neymar e Ganso. Depois de analisar o vídeo de 45 segundos, Celso Arnaldo decidiu convocá-lo para a seleção dos melhores momentos de Dilma Rousseff. Confira:

O bisonho comentário da Dilma hoje cedo no twitter, a respeito da lista de Dunga, passou a ideia de que ela também não entende de futebol ─ se é que entende de alguma coisa.

“Torci pelo Ganso e pelo Neymar, sim, mas agora que a seleção foi anunciada, vamos apoiar, confiar e torcer pelo time do Dunga!!!”

Mas era um julgamento injusto ─ o formato de 140 toques certamente prejudicou-lhe o raciocínio. Porque, na entrevista de ontem à noite para a imprensa gaúcha, indagada sobre a seleção, Dilma Rousseff revelou-se um João Saldanha de terninho, pela análise ferina e cortante a respeito da não-convocação de Neymar e Ganso.

Se a ouvisse antes, é provável que Dunga se convencesse:

“Na minha humildade, né, no meu chinelo da minha humildade, eu gostaria muito de ver o Neymar e o Ganso. Porque eu acho que 11 entre 10 brasileiros gostariam. Porque deu alegria ao futebol. Porque, a gente… Eu vi. Cê veja, eu já vi. Parei de vê, voltei a vê. E acho que o Neymar e o Ganso têm essa capacidade. Fazê a gente olhá.. Porque é uma coisa que, né, mexe com a gente. Tem esse lado brincalhão e alegre.”

Nenhum dos ferrenhos defensores de Neymar e Ganso na seleção descreveu melhor o futebol mágico da dupla santista, que enfeitiçou 11 de cada 10 brasileiros ─ mais feitiço do que isso, impossível.

De chinelos humildes, um dia Dilma contará ao neto Gabriel, que nascerá depois da Copa, quem foram Neymar e Ganso, transformados numa só entidade: “Menino: eu vi. Cê veja, eu já vi. Parei de vê, voltei a vê”. Nem a avó de Gabriel Garcia Márquez, inspiradora de “Cem anos de solidão”, transmitiu ao neto um realismo tão mágico.

Este vídeo é titular absoluto na seleção de melhores momentos de Dilma. Talvez mereça a camisa 10.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Disraeli

    Augusto,
    Cê veja… eu já “aquerditei”, deixei de “aquerditar”, voltei a “aquerditar” e desisti de “aquerditar” neste país, pois o PT tem essa capacidade de fazer a gente desistir do país.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Flavio Costa

    A que não entende de nada, precisa dar opinião de tudo…

    Curtir

  3. Comentado por:

    Theresa

    Talvez o neto da Dilma um dia ira carregar um saco nas cotas com os ossos da avo, assim como o personagem macondista.

    Curtir

  4. Comentado por:

    Celso Arnaldo

    NEURÔNIO NA CANELA
    “O Garrincha, na sua simplicidade, era um jogador que demonstrou que o Brasil não era de maneira alguma, nem tinha por que, era um vencedor, e não tinha porque ter esse arraigado complexo de vira-lata que o nosso cronista esportivo Nelson Rodrigues, um dos maiores teatrólogos do nosso país, nas vésperas da Copa do Mundo, da Copa da Suécia, denunciou a existência pela quantidade de gente que previa um fracasso”.
    Dilma Rousseff, na cerimônia de inauguração do Estádio Nacional Mané Garrincha, comprovando que o dilmês é capaz de fazer Nelson Rodrigues soar como um cretino e Garrincha virar um perna de pau
    Beleza, irmão. Enfermeiros a caminho. abração

    Curtir

  5. Comentado por:

    Lorero Gomes

    Esta senhora tem a cabeça cheia de vento então o Tico e o Teco só empinam pipa o dia inteiro e esquecem de conduzir os pensamentos dela. Ai quem fica voando são as ideias dela pra falar mrd.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Arilson Sartorato

    A “humildade” da anta, é igual ao número de neurônios que ela tem , ou seja nenhum.Acredito que “11” de cada 10 brasileiros acreditam nisso.kkkkkkk

    Curtir

  7. Comentado por:

    Caio Lima

    .
    Cumequié???…
    .
    “11” EM CADA “10” brasileiros???…
    …kakakakakakakakakakakakakakakaaaaaaaaa….
    .
    Essa muié é burrinha demais da conta, sô!!!…kakakakakakakakakakakakakakakaaaaaaaaa….

    Curtir

  8. Comentado por:

    Caio Lima

    .
    O Reinaldo Azevedo perguntou em seu blog, meu caro Augusto Nunes, se não seria um ‘pobrema’ de mau CARMA o fato de termos tantas antas a governar o nosso país (sai o Molusco Apedeuta, entra a ApedANTA).
    .
    Eu acho, caríssimo Augusto, que o verdadeiro ‘pobrema’ é uma mistureba de mau carma e … PRAGA DE P…!!!
    .
    Só pode ser!!!… kakakakakakakaaaaaa…

    Curtir

  9. Comentado por:

    Debora

    Mentira!! Ela não gosta do GANSO.

    Curtir

  10. Comentado por:

    karen fernanda bezerra sousa

    o neymar e d+++++++++++

    Curtir