Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

De Mendonça Filho, líder do DEM na Câmara dos Deputados, para Renan Calheiros, presidente do Senado: ‘Vossa Excelência é a vergonha do Congresso’

Na sessão conjunta desta quarta-feira, o deputado federal Mendonça Filho e o senador Renan Calheiros fizeram bonito no torneio de bate-bocas inspirados nas mudanças propostas pelo governo que desfiguram a Lei de Diretrizes Orçamentárias e revogam parcialmente a Lei de Responsabilidade Fiscal. Entre tantos duelos verbais, poucos desceram ao nível alcançado pelos representantes de Alagoas […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 02h34 - Publicado em 26 nov 2014, 18h47

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=m9wZfP5M0Ts?wmode=transparent&fs=1&hl=en&modestbranding=1&iv_load_policy=3&showsearch=0&rel=1&theme=dark&w=425&h=344%5D

Na sessão conjunta desta quarta-feira, o deputado federal Mendonça Filho e o senador Renan Calheiros fizeram bonito no torneio de bate-bocas inspirados nas mudanças propostas pelo governo que desfiguram a Lei de Diretrizes Orçamentárias e revogam parcialmente a Lei de Responsabilidade Fiscal. Entre tantos duelos verbais, poucos desceram ao nível alcançado pelos representantes de Alagoas e Pernambuco.

A performance do presidente do Senado (e supercartola do PMDB) atesta que o especialista em safadezas regimentais continua em boa forma. Poucos pais-da-pátria conseguem fingir que não estão ouvindo o que ouvem com a pose de presidente do Lions exibida por Renan. E o desempenho do líder da bancada do DEM na Câmara confirma que a oposição acordou do sono que durou 12 anos.

O ânimo beligerante de Mendonça Filho deixou claro que, no segundo mandato de Dilma Rousseff, não será fácil a vida dos integrantes do PT e da base alugada. Quando Renan desligou o microfone da tribuna, por exemplo, Mendonça Filho marchou sobre o centro da Mesa e dividiu com o oponente o serviço de som privativo da presidência. Estimulado pelo berreiro solidário de parceiros oposicionistas, prosseguiu o combate a centímetros dos ouvidos de Renan.

Não perca o mais inflamado confronto do dia Nem deixe de conferir a aflição da jovem no canto do vídeo que tenta traduzir com o gestual de Libras a troca de expressões abaixo da linha da cintura. É uma chance rara de aprender como se diz, sem usar a voz, que Renan Calheiros é “a vergonha do Congresso”. Mas não a única, poderia ter ressalvado Mendonça Filho em homenagem à verdade. É só a maior.

Continua após a publicidade
Publicidade