Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coisa de estadista

“Se estamos mudando o padrão e aumentando o rigor, é porque não ficamos confortáveis com algumas avaliações que tivemos”. Aloizio Mercadante, ministro da Educação, avisando que a partir deste ano, para melhorar o nível da prova de redação do Enem, os candidatos deverão trocar trechos do hino do Palmeiras por estrofes do Hino Nacional e […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 06h17 - Publicado em 10 Maio 2013, 02h00

“Se estamos mudando o padrão e aumentando o rigor, é porque não ficamos confortáveis com algumas avaliações que tivemos”.

Aloizio Mercadante, ministro da Educação, avisando que a partir deste ano, para melhorar o nível da prova de redação do Enem, os candidatos deverão trocar trechos do hino do Palmeiras por estrofes do Hino Nacional e incluir no texto, em vez de receitas de miojo, só receitas dos pratos servidos nas três refeições por dia que Lula mandou distribuir a todo brasileiro em 2003, quando lançou o Programa Fome Zero.

Publicidade