Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘O papa fala bem e não chateia ninguém’, um artigo de Deonísio da Silva

 DEONÍSIO DA SILVA Os padres letrados José de Anchieta e Manoel da Nóbrega eram jesuítas e aprenderam o Tupi-guarani para falar com os índios. O Papa Francisco, que também é jesuíta, aprendeu Português para falar com os brasileiros. Entre tantas lições, o Papa mostrou que não é preciso baixar o nível para se aproximar do […]

 DEONÍSIO DA SILVA

Os padres letrados José de Anchieta e Manoel da Nóbrega eram jesuítas e aprenderam o Tupi-guarani para falar com os índios. O Papa Francisco, que também é jesuíta, aprendeu Português para falar com os brasileiros.

Entre tantas lições, o Papa mostrou que não é preciso baixar o nível para se aproximar do povo. Basta escolher as palavras adequadas ao contexto. Por exemplo, preferiu o popular botar, em vez de pôr, colocar. Em seu primeiro discurso, disse: “Cristo bota fé nos jovens, e os jovens botam fé em Cristo”.

Na quinta-feira, falando a mais de um milhão de pessoas na praia de Copacabana, recomendou: “Bote fé, bote esperança, bote amor”.

O Sumo Pontífice, que é poliglota, vem usando muitas gírias em suas falas, entrevistas e homilias na Jornada Mundial da Juventude.

Seu bom humor também já era esperado. No mês passado, comentando as semelhanças entre o Português e o Espanhol, disse de brincadeira: “o Português é um Espanhol mal falado”.

Suas falas no Brasil foram marcadas por expressões populares. Quando visitava a Favela da Varginha, em Manguinhos, nos arredores do Rio, disse: “Vocês sempre dão um jeito de compartilhar a comida. Como diz o ditado, sempre se pode ‘colocar mais água no feijão’”. E perguntou ao povo: “Se pode colocar mais água no feijão?”. Aplaudido, completou: “Sempre! E vocês fazem isto com amor, mostrando que a verdadeira riqueza não está nas coisas, mas no coração”.

Disse também: “Queria bater em cada porta, dizer bom dia, beber um copo de água fresca, beber um cafezinho. Mas não um copo de cachaça!”. O Papa escolheu por metáfora “um copo de cachaça”, a bebida mais popular do Brasil.

Todavia não foi apenas pelas palavras e expressões que ele cativou o povo brasileiro. Sem conteúdo, as gírias e expressões seriam apenas enfeites de suas falas, que entretanto comoveram a muitos pela sinceridade do olhar, como quando disse: “Aprendi que para ter acesso ao povo brasileiro é preciso ingressar pelo portal do seu imenso coração; por isso, permitam-me que nesta hora eu possa bater delicadamente a esta porta. Peço licença para entrar e transcorrer esta semana com vocês”.

Outro momento em que mexeu muito com as pessoas foi quando declarou: “Não tenho ouro, nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!”.

No mesmo instante, aqueles que aguardavam a visita do Papa apenas para fazer negócios, como Eike Batista, cuja fortuna passou de 46 bilhões para “apenas” 300 milhões em poucos dias, deixaram o recinto, segundo o tradicional humor dos cariocas, que também inventaram súbitos milagres do Papa: não foi assaltado na Linha Vermelha, mesmo com a janela do carro aberta; fez o povo aplaudir um argentino; mesmo engarrafado no Rio, ninguém tentou vender-lhe nada; andou de saia em Copacabana à noite e não levou nenhuma cantada.

Esse Papa é uma boa pessoa. E o convívio com uma boa pessoa sempre nos faz bem!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    GEROLDO ZANON

    Aquele repórter do DATENA vai ser expulso do BRASIL era para ele entregar a bandeira do PT danou-se

    Curtir

  2. Comentado por:

    deonísio da silva

    Querida Branca,
    A propósito do que você diz, que me parece tão pertinente, lembro que o “neurônio solitário” fez escola. Fala mal e chateia todo mundo, menos os adeptos, isto é, os torcedores. Já o Papa fala bem e não chateia ninguém, reitero. E age rapidamente! Um dos maiores vaticanólogos do mundo, Marco Politi, escreve hoje n’O Globo sobre detalhes que explicam a reviravolta que o Papa está dando na Igreja. Deu “boa noite” no dia da eleição, sem excluir a bênção, que pediu também para ele, bondoso com todos, mas demitiu a diretoria do Banco do Vaticano 48h depois do primeiro escândalo! Aprendei, governantes! Autoridade é para quem sabe exercê-la! Já “Nosso Guia” e seus asseclas estão fazendo de tudo, há anos, para evitar que os mensaleiros cumpram as penas já impostas, em última instância, pelo STF. Essas diferenças alarmantes têm que fazer com que os brasileiros usem os neurônios e aprendam com quem sabe ensinar. Sem este blog de Augusto Nunes, nossa vida intelectual está muito menos asfixiada, “quod erat demonstrandum” (como se pode demonstrar). Mas o silêncio dos intelectuais é fácil de ser explicado: há mais de 20 mil cargos de (des)confiança preenchidos por esses silenciosos!

    Curtir

  3. Comentado por:

    deonísio da silva

    Meu caro Pedro Erik, visitei seu blogue e já o pus entre os favoritos. Textos interessantíssimos. Uma das santas ali citadas é personagem solar de um romance que escrevi, “Teresa d´Ávila”, já adaptado para o teatro. Se me der teu endereço postal, Pedro, enviarei um exemplar. Por favor, me informe pelo meu e-mail público: teresa97@terra.com.br

    Curtir

  4. Comentado por:

    bijuxinthebox

    Eta, Papa bom de serviço! Deixa em todos uma vontade de ser bom. Acredito que começa uma nova era, na qual comunistas e socialistas irão disputar com o cristianismo o privilégio de salvar os pobres e oprimidos. Deus queira que não disputem no tapa, mas sim na palavra. Porque se for assim com certeza vencerá a Palavra de Jesus Cristo, concreta, sagrada e com dois mil anos de validade!

    Curtir

  5. Comentado por:

    Leonardo X

    Toda palavra é bonita quando sai do coração, foi o que disse Tagore por expressões semelhantes. O Papa diz o que sente e pensa, e isso nos comunica imediata e naturalmente. Se o primeiro grande evento agendado pelos bolivarianos para promoverem o governo do PT deflagrou um tiro no pé, essa que Jornada Mundial da Juventude levou a ferida para a boca do estômago pela força do contraste alvar entre o Vigário de Cristo e os anticristos vermelhos.

    Curtir

  6. Comentado por:

    Pedro

    A igreja está aí há mais de dois mil anos. O PT tem apenas 32. Foi engraçado ver a Dilma propor uma “parceria” com a igreja, para “juntos” combater a miséria. Ainda bem que o Papa é delicado, pois poderia responder: “Então que tal a senhora deixar de pagar R$ 3,8 mil cada vez que vai se pentear e maquiar”.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Hélio Carlos Corrêa

    Eu não sou católico, todavia sinto-me cativado pela simplicidade do Papa, pelo seu bom humor e pela humildade; totalmente diferente do anterior, mas isto é outra história. o Papa é o líder espiritual de uma fé em que comungam milhões de pessoa ao redor do mundo, souber falar, soube ouvir, soube ensinar e, mais importante do que tudo, já deu provas de que, com diálogo e tolerância, sempre podemos tentar encontrar uma saída para os problemas. Viva o papa Francisco, que Deus o abençoe todos os dias.

    Curtir