Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Como roubaram a Petrobras’, editorial do Estadão

Publicado no Estadão Começam a brotar os detalhes daquele que se afigura como um dos maiores escândalos de corrupção da história brasileira – o assalto à Petrobrás, que teria movimentado ao menos R$ 10 bilhões. Os mais recentes depoimentos dos principais personagens desse escabroso esquema, montado para drenar os recursos da maior empresa estatal do […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 02h52 - Publicado em 14 out 2014, 10h40

Publicado no Estadão

Começam a brotar os detalhes daquele que se afigura como um dos maiores escândalos de corrupção da história brasileira – o assalto à Petrobrás, que teria movimentado ao menos R$ 10 bilhões. Os mais recentes depoimentos dos principais personagens desse escabroso esquema, montado para drenar os recursos da maior empresa estatal do País, revelam a quem foi repassado o produto do roubo – e, mais uma vez, como tem sido habitual ao longo dos governos lulopetistas, aparecem fartas digitais do PT.

Fica cada vez mais claro que figuras de proa desse partido – muitas das quais já foram presas por corrupção – permitiram na última década o arrombamento dos cofres do Estado por parte de delinquentes, servindo-se desse dinheiro para financiar seu projeto de poder.

» Clique para continuar lendo

Continua após a publicidade
Publicidade