Alberto Carlos Almeida Por Coluna Opinião política baseada em fatos

Negros e brancos no Brasil: a distância se encurtou

É verdade que a situação dos negros no Brasil é bem pior do que a dos brancos, mas também é verdade que a distância vem se reduzindo

Por Alberto Carlos Almeida - 13 nov 2019, 18h39

Um estudo do IBGE divulgado hoje mostra uma grande distância entre a situação de negros e brancos no Brasil. Como sempre acontece, a vida dos brancos é bem melhor do que a dos negros nos principais aspectos do bem-estar, como renda mais elevada, maior nível educacional e menor chance de ser assassinado.

Porém, o que o estudo não revelou é tão ou mais importante: a distância entre negros e brancos vem diminuindo, provavelmente como resultado de várias políticas públicas adotadas. Em azul claro é possível ver no gráfico a média de anos de estudo dos brancos, e em amarelo claro dos negros. Em 1992 a média de anos de estudo dos brancos era 52% mais elevada, essa diferença caiu pela metade em 2009, quando os brancos estavam apenas 25% acima.

É triste quando a divulgação de dados tão importantes é enviesada na direção da “má notícia”, o que acaba por nos deixar com a sensação de que os esforços que fazemos como sociedade para resolver nossos problemas são em vão. Não surpreende que de tempos em tempos surjam salvadores da pátria, prometendo resolver problemas que vêm sendo combatidos continuamente, sem alarde e com sucesso.

 Alberto Carlos Almeida/IBGE/.

Publicidade