Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Alberto Carlos Almeida Por Alberto Carlos Almeida Opinião política baseada em fatos

Bolsonaro é o novo Ministro da Saúde

Evidentemente isso é uma má notícia

Por Alberto Carlos Almeida 21 abr 2020, 18h44

O Ministro da Saúde, Nelson Teich, não entende nada de política, admitiu isso hoje na sua reunião online com governadores. Trata-se de um peixe inteiramente fora d´água. Além disso, o General Eduardo Pazuello caminha para ser o secretário-executivo do Ministério. Ou seja, Bolsonaro irá colocar um general para vigiar Nelson Teich. Quem conhece a administração pública sabe que o secretário-executivo é um cargo chave de qualquer ministério, em muitas situações é ele quem toca os programas mais importantes das pastas.

Esta composição, um ministro inexperiente na política com um secretário-executivo militar para lhe vigiar, torna evidente que o Ministro da Saúde de fato será Bolsonaro, caberá a Nelson Teich apenas assinar o que o presidente decidir. O marinheiro de primeira viagem já mostrou apego ao cargo, ele acabou com as entrevistas coletivas diárias do ministério, assim como não falou nada até agora acerca da importância do isolamento social. Se mantiver esse padrão de ação dificilmente será demitido.

Bolsonaro até agora não se mostrou ser um bom presidente, ele não tem um plano para o Brasil, um caminho que ele ache que o país deva trilhar. Ele não foi um deputado federal de destaque, o próprio Bolsonaro admitiu na campanha eleitoral de 2018 que ele sempre fora um deputado do baixo clero. Agora, no meio de uma pandemia, ele se tornou Ministro da Saúde. Devemos, diante disso, não nutrir expectativas positivas do que virá.

Publicidade