Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Uso da energia de fonte solar cresce no brasil

Com investimentos e ações da iniciativa privada, país supera a marca de 10 gw de potência

Por Abril Branded Content Atualizado em 31 jan 2022, 14h21 - Publicado em 27 jan 2022, 14h14

Uma fonte de energia limpa e renovável vem ganhando espaço rapida­mente: desde 2012, a gera­ção de eletricidade a partir do sol atraiu 60,6 bilhões de reais em novos investimentos e gerou mais de 360 000 empregos acumulados, além de arrecadar 15,7 bilhões de reais aos cofres públicos, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Recentemente, o país ultrapassou a marca de 700 000 unidades consu­midoras com geração própria a partir dessa fonte, que tem uma série de vantagens: é versátil, pode ser ins­talada em qualquer local e permite aos consumidores reduzir o valor da conta de luz, cujas tarifas podem oscilar de acordo com a ocorrência de crises hídricas.

Mas há espaço para crescer. Entre os mais de 87,5 milhões de consumi­dores de eletricidade do país, o uso da energia solar representa apenas 0,8% do total. “Graças à versatilidade e agili­dade da tecnologia solar, basta um dia de instalação para transformar uma residência ou empresa em uma pe­quena usina geradora de eletricidade limpa, renovável e acessível”, afirma Ronaldo Koloszuk, presidente do Con­selho de Administração da ABSOLAR.

A iniciativa privada vem fazen­do sua parte com ações pioneiras. A Swift, por exemplo, está adotan­do a energia solar em 100% de suas lojas. Referência em qualidade de produtos alimentícios congelados, a empresa atua em parceria com a Âmbar Energia, companhia do grupo J&F que trabalha desde a geração até a comercialização de energia.

 INICIATIVA SUSTENTÁVEL

Continua após a publicidade

 “Desenhamos um plano arrojado de implementação por estarmos com­prometidos com o planeta e enten­dermos que essa é uma opção muito mais sustentável. A luz solar pode ser usada de forma abundante no nosso país sem afetar o meio ambiente, é uma energia limpa e renovável que conta com equipamentos de longa durabilidade e que requerem pouca manutenção”, relata Raphael Jacob, CFO e responsável pelos progra­mas de sustentabilidade da Swift.

A iniciativa levará painéis fo­tovoltaicos a todas as lojas da rede, que serão abastecidas com energia solar até o segundo semes­tre de 2025. Nessa fase, o programa en­volve um investimento de 150 milhões de reais da Âmbar Energia, responsável por operar o sistema.

Além disso, a Swift concluiu a transição para que todas as suas 40 vans de comércio em condomínios que atuam no estado de São Paulo tenham os seus sistemas operacio­nais e iluminação abastecidos por eletricidade gerada por energia solar.

“Antes, tínhamos que deixar os mo­tores ligados durante todo o período de funcionamento das lojas móveis para garantir o funcionamento dos sistemas operacionais, como compu­tadores e caixas de pagamento. Agora, as lojas móveis mantêm a operação com a eletricidade gerada pela luz solar”, relata Aécio Patuzzi, diretor de logística da Swift.

A ação se conecta com a estratégia de sustentabilidade da JBS, que en­globa a marca Swift, e que em março de 2021 assumiu o compromis­so de se tornar Net Zero até 2040, zerando o balanço líquido de suas emissões de gases causadores do efeito estufa.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)