Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Shopping tem a proposta de associar consumo a respeito à natureza

Os empresários italianos Oscar e Francesco Farinetti, donos da rede de empórios Eataly, estão por trás do investimento na cidade de Turim

Por Felipe Carneiro Atualizado em 20 out 2021, 15h57 - Publicado em 22 out 2021, 06h00

O nome não faz muito sentido, mas a ambição dos criadores do shopping center Green Pea (ervilha verde em inglês) é nobre e legítima. A proposta do empreendimento é associar o consumo ao respeito à natureza. Para isso, os empresários italianos Oscar e Francesco Farinetti, donos da rede de empórios Eataly, investiram 50 milhões de euros na construção de um prédio de cinco andares na cidade de Turim com os mais avançados materiais e técnicas em termos de sustentabilidade. A madeira da fachada, por exemplo, veio de uma floresta derrubada por tempestades em 2018. A eletricidade que ilumina a estrutura vem de fontes de energia solar, eólica, geotérmica e até do atrito dos sapatos dos clientes com o piso do shopping. Todas as 57 lojas se dedicam a produtos ecologicamente corretos e feitos de forma ética. E por que Green Pea? “É redondo e verde, como a Terra deveria ser”, explicam os criadores.

Publicidade