Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

A Coreia do Norte vai mesmo negociar suas armas nucleares?

Acompanhe a análise sobre a promessa da Coreia do Norte de interromper os testes nucleares, caso haja diálogo com os EUA

Por Da Redação Atualizado em 7 mar 2018, 18h30 - Publicado em 7 mar 2018, 06h08

Coreia do Norte afirmou que não não precisaria manter as armas nucleares se recebesse garantias de segurança, em encontro com a delegação sul-coreana.  Segundo informações da Coreia do Sul, o país vizinho do norte teria concordado em interromper seus testes de armas nucleares e mísseis caso haja conversações com os Estados Unidos.

O anúncio de que o ditador hereditário Kim Jong-un aceita negociar o arsenal nuclear é tão bom que não parece verdade, principalmente vindo de um regime cuja estratégia permanente é mentir sobre tudo. Mas o simples intervalo no surto de  ameaças e testes permite a esperança de que o sistema de múltiplas pressões pode funcionar 

Vale lembrar que a Coreia do Norte já desistiu de acordos de desnuclearização no passado. “Até mesmo Trump, para quem o fato significa uma grande vitória, recebeu a informação com um otimisto cauteloso”, diz Vilma Gryzinski, colunista de VEJA. Acompanhe a análise.

  • Publicidade