Group 21 Copy 4 Created with Sketch.
Giro VEJA com Da Redação

Marielle Franco: Assassinato de vereadora do Rio choca o país

Marielle Franco, 38 anos, e o motorista que a acompanhava foram mortos na noite desta quarta-feira. Crime repercutiu na imprensa internacional

access_time 15 mar 2018, 13h31 - Publicado em 15 mar 2018, 13h30

O presidente Michel Temer lamentou nesta quinta-feira, pelo Twitter, a morte da vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) e do motorista que a acompanhava. Temer afirmou que o crime foi um “ato de extrema covardia” e prometeu que ele não ficará impune. Segundo o presidente, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, está autorizado para colocar a Polícia Federal nas investigações.

Marielle, de 38 anos, estava num carro com o motorista, Anderson Pedro Gomes, e uma assessora, quando criminosos, que estavam num outro veículo, efetuaram os disparos. Ela foi atingida por quatro tiros na cabeça e Gomes levou pelo menos três tiros nas costas. A assessora que estava com eles foi atingida por estilhaços, mas passa bem. Nove cápsulas foram encontradas pela polícia no local.

A principal hipótese, até agora, é de execução, mas nenhuma outra suspeita foi descartada. Marielle era militante do movimento negro e de direitos humanos e havia feito, recentemente, uma série de denúncias contra a violência policial nas favelas do Rio. Além disso, ela era relatora de uma comissão criada para fiscalizar operações policias durante a intervenção militar no Estado. A morte de Marielle repercutiu na imprensa internacional. Jornais como The New York Times, The Washington Post, The Guardian e Clarín deram destaque para o crime.

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Ivair Candido de Lima Camargo

    O país chocado com a morte dessa vereadora? Não mesmo! Revolta é esse oba oba por se tratar de um politico, tenho certeza que o caso será concluído rapidamente pelo departamento de segurança pública, enquanto que a população em geral não tem o mesmo tratamento tanto da mídia, das autoridades e da segurança pública.. Triste fim desse país.

    Curtir

  2. paulo pereira

    Será que depois dessa o pessoal dos direitos humanos vão continuar a dar apoio e proteção ao bandido, ou a vitima?

    Curtir

  3. paulo pereira

    Será que depois dessa o pessoal dos direitos humanos vão continuar a dar apoio e proteção ao bandido, ou a vitima?

    Curtir

  4. Ledo engano. Foi só mais um caso de homicídio no Hell de Janeiro. Nem ela e nem outros. Talvez em outro País desconhecido.

    Curtir

  5. Veja so quer que publiquemos o que eles gostam de ouvir. Sabe de uma coisa, Veja, vah para o inferno.

    Curtir

  6. E que o diabo que te carregue, Veja. Porisso mesmo jamais pagaria um centavo por suas edicoes.

    Curtir

  7. A bandidagem não maltrata ninguém dos zumanos. Invetivam que o motivo será outro. Os facínoras gostam do zumanos. Estamos acostumados com a matança: hoje é seu dia amanhã será o meu.

    Curtir

  8. Essas pessoas não entendem que não se trata mais de criminalidade, mas de uma guerra.
    Traficantes estão usando fuzis, metralhadoras, granadas, bombas, armas para derrubar helicópteros e furar blindados.
    Aí vem direitos humanos, OAB, políticos querendo aparecer e ficam defendendo os bandidos.
    Os policiais mortos em serviço, trabalhadores mortos, bebês e crianças assassinadas não recebem a mesma atenção.
    Acordem!!! A situação é muito mais séria do que se imagina.

    Curtir

  9. Não estou bem um pouco chocado.
    Fico chocado com as crianças que morrem nas mãos dos bandidos, das centenas de policiais que perderam suas vidas, da vida atingida dentro da barriga da mãe, do trabalhador honesto morto no caminho de seu trabalho , mas não de quem defende bandido e desmoraliza a polícia.

    Curtir