Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

A ideia idiota de colocar ‘Lula’ no sobrenome

Neste 'Estúdio VEJA', Silvio Navarro e Augusto Nunes analisam o cenário político-eleitoral

Por Da Redação 11 abr 2018, 18h50

Os vereadores da Câmara Municipal de São Paulo do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiram incluir “Lula” em seus nomes eleitorais na última quarta-feira (10). A senadora Gleisi Hoffmann (PR), presidente da legenda, e Lindbergh Farias (RJ), o líder petista no Senado, encaminharam pedidos para que a mudança também ocorresse em seus nomes nesta quinta-feira (11).

O editor Silvio Navarro e o colunista Augusto Nunes ironizam a ação: não irão incluir “Lula” em seus sobrenomes. “O problema é você ter o nome do ex-presidente nos depoimentos judiciais. No parlamento, é apenas uma palhaçada”, contrapõe o colunista.

Augusto Nunes também analisa possíveis candidatos à corrida eleitoral, como Joaquim Barbosa, Henrique Meirelles, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin. “As pessoas ainda não perceberam a importância da eleição parlamentar, de renovar o Congresso. Candidatos à Presidência sem chances, como é o caso de Henrique Meirelles, deveriam disputar uma vaga no Senado ou na Câmara”.

Continua após a publicidade

Publicidade