Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

O pai de santo da família Sarney

Especializado em fazer políticos vencerem eleições, Bita enriqueceu fazendo "trabalhos" para a poderosa família do Maranhão e seus correligionários

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 14h10 - Publicado em 11 abr 2018, 13h52

Bita do Barão, um dos mais celebrados feiticeiros do Maranhão, tem uma cartela de serviços que vai além dos pedidos comuns feitos a um pai de santo. Ao invés de trazer um amor perdido de volta ou dar sucesso pros negócios, ele ficou famoso por atrair políticos em busca de uma única encomenda: vencer as eleições.

Seus principais clientes são José Sarney e sua filha, Roseana, pilares do clã do MDB que por décadas manda e desmanda no estado. Os dois recorrem ao babalorixá há pelo menos quarenta anos, seja em véspera de pleitos, seja por questões de saúde.

Bita é adepto do terecô, liturgia que mistura técnicas de umbanda, magia negra e rituais indígenas. Tal qual um coronel, ele recebe a visita de vereadores, prefeitos e juízes em seu centro, que ocupa todo um quarteirão. O religioso usa vestimentas feitas de renda francesa, coleciona porcelanas chinesas e paga do próprio bolso viagens de familiares para destinos como Dubai, Israel e Itália.

Como nada cai do céu de graça, todo esse luxo se deve ao retorno financeiro trazido por seus “trabalhos”. “Sou conhecido por curar tudo quanto é tipo de doença, inclusive já levantei defunto de dentro do caixão”, jura. A consulta custa 1 000 reais (em espécie; as entidades não aceitam cartão). Quando avalia que o caso requer um serviço extra, os valores podem saltar para 5 000 reais — além dos gastos com os animais usados nos sacrifícios. Bita é dono de cinco fazendas, um hotel e um posto de gasolina, entre outros negócios. Ele diz que é especializado em trabalhar o lado “direito”, do bem, a favor de objetivos positivos e sem o uso de bichos.

Continua após a publicidade

Publicidade