Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Espancamento e morte em Carrefour de Porto Alegre escancara racismo

Colunistas de VEJA comentam os principais acontecimentos da semana

Por Da Redação Atualizado em 20 nov 2020, 16h35 - Publicado em 20 nov 2020, 16h32

O Brasil acordou na manhã do dia da Consciência Negra, nesta sexta-feira, 20, com as imagens de um homem negro espancado por seguranças do supermercado Carrefour, em Porto Alegre. João Alberto Silveira de Freitas tinha 40 anos e foi morto. A cena é desesperadamente comum. O Brasil já viu o mesmo crime sendo cometido contras outros negros. É o racismo estrutural que oprime, tortura, mata, exclui.

  • Publicidade