Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Com lucro em queda, Samsung prepara novos smartphones

Empresa sul-coreana pretende lançar dois novos produtos, um com tela grande e outro com acabamento feito de "novos materiais"

Por Da Redação
31 jul 2014, 13h56

A Samsung vai lançar dois novos smartphones no segundo semestre de 2014, entre eles um modelo de tela grande e outro com acabamento feito de “novos materiais”. A fabricante sul-coreana tenta frear a queda no lucro, apesar do lançamento recente do carro-chefe da marca, o Galaxy S5. De acordo com o balanço do segundo trimestre de 2014, divulgado durante a madrugada desta quinta-feira, o lucro da Samsung ficou em 6,25 trilhões de won (cerca de 13,8 bilhões de reais), 20% a menos que no mesmo período do ano passado.

Leia também:

Samsung lança versão simplificada do Galaxy S5

Novo Galaxy S5 supera iPhone 5S. Por pouco

As informações sobre os novos smartphones foram divulgadas por Kim Hyun-Joon, vice-presidente sênior da divisão de mobilidade da Samsung, durante a conferência de resultados. O aparelho de tela grande pode ser o sucessor do Galaxy Note 3, celular com tela de 5,7 polegadas. A apresentação está prevista para setembro, próximo ao lançamento do iPhone 6, que deve chegar ao mercado com telas maiores, de 4,7 e 5,5 polegadas. A Samsung não confirma as informações.

Continua após a publicidade

Rumores sobre o outro lançamento, de um smartphone que utiliza novos materiais, já circulam no mercado. De acordo com o site Sam Mobile, especializado em produtos da Samsung, ele seria chamado de Galaxy Alpha e teria uma tela de 4,8 polegadas. O design do suposto modelo deve ser similar ao do Galaxy S5, mas com acabamento metálico. A Samsung também não confirma essas informações. O modelo seria uma resposta às críticas ao S5, que é feito de plástico, ao contrário de concorrentes, como o iPhone 5S.

Competição – Os lançamentos são parte da estratégia da Samsung para continuar competitiva no mercado de smartphones e tablets, apesar do avanço de sua maior rival, a Apple, e dos fabricantes chineses. De acordo com o balanço divulgado pela empresa, a divisão de mobilidade continua a representar 61% da receita da Samsung, mas sua contribuição no primeiro trimestre deste ano era de 76%, o que representa uma queda significativa.

“As perspectivas de crescimento continuam nebulosas à medida que a competição por participação no mercado global se intensifica na indústria móvel”, disse um porta-voz da Samsung durante a conferência de resultados. Para se manter competitiva no mercado chinês, onde enfrenta diversos concorrentes locais, a Samsung pretende focar em modelos mais baratos equipados com recursos presentes em seus smartphones mais famosos.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.